Jazz Time: Blue Note inaugura com programação especial e cozinha de Pedro de Artagão - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Brasil Jazz Stars: a "prata da casa" do Blue Note Rio

Jazz Time: Blue Note inaugura com programação especial e cozinha de Pedro de Artagão

Valendo! Após muita espera, o a filial carioca do antológico jazz club jazz novaiorquino, abre as portas no Lagoon. Primeira unidade da Blue Note no Hemisfério Sul, a casa de shows se difere de tudo que temos no Rio hoje. Além do compromisso com o jazz, a casa que traz a chancela do empresário Luiz Calainho promete ser uma ponte entre o gênero e a música brasileira em geral, apresentando novos nomes e também projetos especiais de músicos já conhecidos em versões intimistas. “Um dos primeiros a me ligar quando soube que o Blue Note estava vindo para o Rio foi o Marcelo D2, que me Celso Fonseca: cantor abriu a programação do Blue Note em noite para convidadosapresentou um projeto inédito incrível. Este espaço vai ser para novidades” adianta o empresário. Além do vocalista do grupo Planet Hemp, outra que já se animou em apresentar um projeto pessoal por lá foi Ivete Sangalo, “a minha rotina tem sido de ligações como essa”, completa, adiantando ainda que os fãs de jazz devem ficar atentos a possíveis participações durante o Rock in Rio.

A programação de estreia veio para fã de jazz nenhum botar defeito. Celso Fonseca abriu a noite de estreia, e teve entre seus espectadores Jards MacaléGlória Maria Guilhermina Guinle. Já estão agendadas para este semestre apresentações de Chick Corea & Steve Gadd Band, Maceo Parker, além de nomes brasileiros que incorporaram o jazz com maestria, como Sergio MendesHermeto Pascoal e Jacques Morelembaum. A “prata da casa”, porém, será a Brasil Jazz Stars, banda residente que já tem agenda acompanhada ainda por nomes como João Donato, Jards Macalé Marcos Valle. A promessa é de ter dois destaques nacionais e internacionais ao mês, com a programação começando sempre às 18h30 – bem a tempo do famoso happy hour -, e recomeçando com nova atração às 20h ou 21h30, dependendo do dia. E a promessa é de que em outubro abra também para o almoço e inclua na agenda fixa um brunch aos domingos.

Apesar da música ser a atração principal – a casa funcionará de terça a domingo, e terá até três sets de jazz a partir das quintas-feiras -, mas Calainho recorreu ao chef Pedro de Artagão para derrubar um outro tabu. “No Brasil e no mundo inteiro é comum vermos uma boa casa de shows, ou uma boa Pedro de Artagão e o grupo Irajá assumem a cozinha do Blue Note Riocoinha. É um ou outro. Por isso eu fui atrás deste chef que é uma referência da sua geração”. A frente de quatro casas com seu Grupo Irajá – Irajá Gastrô, Formidable Bistrot, Azur e Cozinha Artagão -, o chef se tornou um dos grandes empreendedores da gastronomia carioca, e encara agora o desafio de estender o nível de excelência musical do palco à cozinha. Entre as pedidas, estão steak tartare em toasts e a provinha de peito assado por várias horas num brisket com purê de batata amanteigado. Para acompanhar, além dos vinhos e cervejas artesanais, o bar ganhará uma linha clássica sob a batuta da sommelière especialista em bebidas do grupo, Julieta Carrizo, com opções como dry martini, negroni e uma carta dedicada aos whiskies.

OTIMISMO PARA VENCER A CRISE

Presente na inauguração nesta quinta-fera, Steven Bensusan, filho de Dany Bensusan, fundador do Blue Note, contou que nunca teve um sócio tão apaixonado quanto Calainho. O empresário levantou a bandeira do otimismo e revelou que realmente, a casa de jazz era um sonho antigo, e ele já pretende abrir uma nova casa em São Paulo em breve. “O Rio é a capital da música no Brasil, precisávamos começar por aqui. Alguns dos maiores nomes da música brsileira vivem aqui. E quero que eles sejam, além de convidados, frequentadores deste espaço. Ouso dizer que é a cidade mais musical do mundo”, justificou. Diante da forte crise econômica que abate o país, bradou que este país “não será feito – ou desfeito – por prefeitos ou presidentes, mas por brasileiros que acreditam”.

No Rio, será possível se associar ao clube de jazz para ter acesso a descontos e até privilégios nos dias mais concorridos. Além da matriz em Nova York, o clube tem filiais no Havaí, Califórnia, Milão, Pequim, Tóquio e Nagoya.

BLUE NOTE RIO
Av. Borges de Medeiros, 1424, Lagoa
Tel.: (21) 3577-4477 | www.bluenoterio.com.br

Mariana Broitman

Responsável por levar a Agenda Carioca para o universo digital, desde 2012 a jornalista Mariana Broitman divide com a Antonia a missão de pesquisar e experienciar o que o Rio tem de melhor. Curiosa e apaixonada pela Cidade Maravilhosa, se dedica a apresentar - e descomplicar - o que há de mais autêntico, sempre de olho em novos projetos e talentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *