Cangas hiper-realistas são novidade da +55 Cangas - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Cangas hiper-realistas são novidade da +55 Cangas

Partindo de paisagens reais, as paulistas Bruna Rezende e Camila Proença a frente da neobrand +55 Cangas acabam de lançar uma linha de estampas hiper-realistas que vão entrar na wishlist das cariocas. Ondas, nuvens, cactos e outros elementos praianos serviram de inspiração para a dupla, que vem conquistando o mercado nacional e internacional, já que seus produtos jé chegaram ao hypado e-commerce Fancy.com. E nessa empreitada, o nome +55 cai como uma luva!
hiperrealista-mar-_bx
Para quem não conhece, a marca lançada na FLIP em 2015 carrega um conceito bem carioca: a canga é tratada como um acessório multifuncional, que vai além da areia, e para tanto, as novas estampas vieram em viscose – diga-se de passagem, tudo produzido no Brasil: desde a tecelagem e estamparia, passando por costura e acabamento. O compromisso social e ambiental na confecção dos produtos também é um dos pontos importantes da marca – o processo industrial é ambientalmente cuidadoso e o descarte é feito de maneira ecológica. “As tintas das cangas, por exemplo, não mancham o biquíni. E a mão de obra tem um cuidado especial, respeitando o meio ambiente”, explica Camila.

A +55 Cangas já teve um quiosque no Fashion Mall, mas atualmente as peças são vendidas na Shop2gether a R$ 180. Vale pena conferir a linha completa no Facebook ou Instagram(por MARIANA BROITMAN) 

Mariana Broitman

Responsável por levar a Agenda Carioca para o universo digital, desde 2012 a jornalista Mariana Broitman divide com a Antonia a missão de pesquisar e experienciar o que o Rio tem de melhor. Curiosa e apaixonada pela Cidade Maravilhosa, se dedica a apresentar – e descomplicar – o que há de mais autêntico, sempre de olho em novos projetos e talentos.

2 Comentários

  1. Denise
    12 de novembro de 2016

    Infelizmente, e, como sempre, as marcas, sejam novas ou antigas, estão perdendo a noção do valor dos produtos; cento e oitenta reais em 1 peça ??!!!!!!!! Na economia atual ?! Mesmo que seja diferenciado e criativo não se justifica.

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *