Delta Maki: snack japonês com a cara do Rio - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Delta Maki: snack japonês com a cara do Rio

Pouco a pouco, a gastronomia nipônica foi fisgando os estômagos cariocas. Restaurantes, temakerias, bares, receitas clássicas, releituras… A novidade da vez é o Delta Makisnack que, por aqui, foi amor à primeira mordida.

Com nome e formato divertido, o sanduíche japonês vem roubando a cena nas prateleiras da VoidLa Fruteria e entre a turma da PUC, à venda por R$ 9 no Mr. Ali. O produto é uma releitura do carioca Pedro Arthou, que largou a vida no mercado financeiro quando descobriu o snack em uma viagem à Coreia do Sul – que apesar de japonês, é uma febre em todo o leste asiático. “Eu queria oferecer uma opção onde normalmente não há. Na correria só temos salgados, lanches e hambúrgueres artificiais. Quando eu provei este formato, só pensava na nossa praia, num dia de trilha, no fim da night e em como isso se encaixa no nosso do dia a dia. Não é para ser gourmet ou fitness, é para reproduzir a ideia de conveniência”.

O nome vem do formato triangular, “delta”, enrolado em alga extremamente crocante, daí o “maki. Em parceria com o restaurante Manekineko, ele adaptou a receita do onigiri japonês para o Rio, recheando-os com frango, salmão e atum cozidos e previamente temperados. “O carioca tem o hábito de carregar no molho shoyu, mas o meu desafio era tornar o lanche tão prático quanto é lá fora, que você pode comer no metrô, no carro e em qualquer lugar”. Daí veio a decisão de não recheá-los de peixes crus justamente para que já viessem prontos, aumentando a praticidade. O resultado foi um recheio consistente, porém “molhadinho”, puxados no teriyaki e wasabi. O Delta de salmão, por exemplo, é uma releitura de Pedro do clássico Filadélfia executada pela equipe de sushimen do restaurante: 3/4 cozido e 1/4 frito, misturado com cream cheese, teriyaki e cebolinha.IMG_7564
A alga com efeito croc-croc é fruto de outra técnica importada. A embalagem especial mantém a alga e arroz separados, garantindo a crocância. “No Japão, o que sobra do jantar, vira um enrolado para o dia seguinte. Desde os anos 1980 eles fazem essa separação, enquanto aqui a gente percebe que o sushi murcha em 15 minutos”, brinca. Apesar de a carne não ser crua, a alga demanda o frescor, e o produto é substituído e reposto a cada dois dias nos postos de venda. “Dá trabalho, mas está no pacote”.Delta Maki
Vale avisar que em breve, o delivery do Manekineko também disponibilizará os Deltas. Já amamos! (via MARIANA BROITMAN)

VOID LEBLON
Av. Ataulfo de Paiva 1166, Loja A
Tel.: (21) 3592-7719
VOID BARRA
Av. Olegário Maciel 130
Tel.: (21) 3507-9107
LA FRUTERIA
Ipanema 2000: Rua Visconde de Pirajá 547 – Loja E
Tel.: (21) 2249-2944
MR. ALI
PUC-Rio: pilotis do edifício Cardeal Leme

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + três =