Cerveja & hambúrguer: a harmonização preferida dos chefs - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Cerveja & hambúrguer: a harmonização preferida dos chefs

Já faz um tempo que os bares cariocas abriram espaço entre os tradicionais petiscos de botequim para hambúrgueres reforçados. Foi-se o tempo dos cheeseburgers preguiçosos. Agora, receitas caprichadas incrementadas com ingredientes primorosos roubam a cena na hora de tomar uma cerveja gelada.

Há bem pouco tempo, apenas casas kid-friendly simpatizavam com o sanduba. A explosão de hamburguerias na cidade fez com que restaurantes sofisticados, bares descolados e botequins tradicionais investisse no hambúrguer, que, como dizem por aí, gourmetizou. Chefs renomados como Roberta Sudbrack, Pedro de Artagão e Felipe Bronze servem receitas autorais e, hoje, harmonizar hambúrguer e cerveja virou o hit do happy hour carioca.

Os chefs do Ogrostronomia lançaram a moda por aqui e introduziram muitos cariocas no valioso ensinamento de que, com a cerveja certa, devorar um hamburgão pode ficar ainda melhor. Tanto que, dos encontros promovidos pelos ogrochefs nasceu a Ogre Pale Ale. Hoje, os desdobramentos deste sucesso estão por toda a cidade. Bubba, Recentemente, descobri a carta de cervejas do nova-iorquino PJ. Clarkes que guarda nada menos que 25 cervejas especiais. Cada uma delas, me avisou a gerente Gabriela Degobi, pensada para acompanhar uma receita da casa. Dito e feito, a experiência foi totalmente diferente com as dicas da moça. Desde à Corona que acompanhou os Tater Tots (bolinhos de parmesão fritos) e o guacamole ultrapicante à la PJ à deliciosa witbier Vedett com a cheesecake.

Quer tentar o combinado por conta própria? Abaixo, dicas de harmonizações direto da fonte: os chefs por trás dos hambúrgueres mais concorridos da cidade abriram o jogo para a Agenda! (via MARIANA BROITMAN)
20150415_PJClarkes_0039_Alta_CredTomasRangel

Pelos cardápios da cidade

– No PJ Clarkes, cada sanduba ganhou uma harmonização. O mais pedido, o The Cadillac – 200g de carne fresca Wessel com cheddar, bacon e salada – harmoniza bem com tudo, mas a dica da casa é o chopp lager da Brooklyn. O Patrick Joseph Clarke que leva cebola caramelizada na cerveja escura Guinness, vai com o chopp Brown Ale da Brooklyn. O meu preferido, o BBQ Bleau burger com gorgonzola, onion rings, e salada com molho barbecue vai com a Erdinger, uma cerveja de trigo muito redonda e aromática que conversa muito bem com o queijo! De resto, não hesite em chamar os garçons, todos são treinados para harmonizar as receitas do início ao fim! Leblon: Av. General San Martin, 1227; Barra da Tijuca: nova expansão do Barra Shopping;
20140815_PJClarkes_0132_Alta_CredTomasRangel - The Cadillac
– A hamburgueria Hell’s Burger também investiu em cervejas especiais para harmonizar com o menu enxuto e poderoso que conquistou os cariocas. A dica do chef Rafael Paredes é combinar o clássico Hell’s Burguer (R$ 20) de filé de costela com cheddar e o mix de temperos secos Hell’s, com a escocesa Harviestoun The Ridge (R$ 15) ou com a Brooklyn Lager (R$ 17). Outro grande sucesso da casa, o Fifty Fifty, metade costela, metade bacon com muito cheddar, vai bem com a Brooklyn Ipa. R. Muniz Barreto 805, Botafogo;

– No TT Burger, a eleita do chef Thomas Troisgros para harmonizar com o matador de fome foi a Jeffrey Niña (R$ 15). Justo: um hambúrguer 100% brasileiro com uma carioca da gema. Um blend de acém, fraldinha e contra-filé formam os 200g de suculenta carne T.T. Burger, protagonista do sanduiche da casa (R$ 28) que tem, como fiéis acompanhantes, queijo meia cura, tomates frescos, alface romana, picles crocante e molho T.T. Experiência própria: a witbier suave com notas de limão siciliano cai como uma luva! Arpoador: Rua Francisco Otaviano 67; Leblon: Av. Ataulfo de Paiva 1.240. Barra da Tijuca: Avenida Olegário Maciel 460;

– Na hamburgueria OMG Lounge rolam três cervejas da casa. A versão OMG Pilsen cai perfeita com o Burger Leblon, feito com carne Angus, queijo gruyere, cogumelo Paris e molho de alho assado. A versão Summer vai com o hambúrguer Napolitano, também feito de Angus, molho napolitano e parmesão crocante. A grande combinação fica para o final: a deliciosa OMG Weiss vai com o Burger Marrakesh, feito de carne de cordeiro, broto de alfafa, queijo decaíra, cebola crispy e molho trufado. Av. Ataulfo de Paiva 1321, Leblon;

– No pub Escondido CA o hit do cardápio de hambúrgueres é o Inconfidentes Burguer: 200 gramas de burger de Angus, queijo Serra da Canastra, bacon frito no melado de cana e crisps de couve, que chega ainda acompanhado de Caesar Salad ou fritas e um molho especial (R$ 40). Como a casa é especializada em cervejas (são mais de 20 torneiras!), a beersommelier da casa Bianca Lena deu duas dicas: a primeira é a carioca Hopium (half pint R$ 10,90), uma American Pale Ale com notas de frutas tropicais, que vai contrastar com o hambúrguer pesado e limpar o paladar. Para quem prefere um baixo amargor, uma boa pedida – que nem sempre estará disponível nas torneiras -, é a paulista O Calibre da Bamberg (half pint por R$ 10,90), uma german pilsener leve e refrescante que tem excelente drinkability, que como Bianca me explicou, é a classificação das cervejas “mais fáceis” de serem bebidas. Em outras palavras, as perigosas, que bebemos rapidinho! Rua Aires de Saldanha, 98 – Copacabana;

– O Flashback Bar abre a ala gourmet do post com o Mc Foie-Burger, que arrebata até os mais conservadores. A casa em Ipanema toda dedicada aos hits que marcaram a cena musical dos anos 80 e 90 ganhou um burger especial pelas mãos do chef Christophe Lidy feita de fraldinha com shitake, cebola caramelizada. Uma farta fatia de foie grass amarra a receita (R$ 67). A sugestão do francês é casar o burger com a cerveja uruguaia Hija De Punta, uma pilsen de notas cítricas deliciosa (600 ml, R$ 28)! Rua Paul Redfern 33, Ipanema. Diariamente, das 18h a 1h;

– No espanhol Entretapas, a delícia atende por Hamburguesa de Toro (R$39). A versão do chef Jan Santos é feita de rabada, acém e filet mignon e chega à mesa com muito queijo emmental, agrião, rúcula, tomate e bacon. E ainda acompanhado de batatas chips caseiras e salada! A receita é tão inusitada, que fugimos à regra: para harmonizar, a sugestão do chef é a Sangria de Vinho Tinto da casa. “O vinho tinto combina com a mistura do hambúrguer com queijos e com os sabores intensos dos demais ingredientes da nossa Hamburguesa. As frutas dão um toque suave à combinação”, explica Jan. Ipanema: R. Farme de Amoedo 52;
Hamburguesa TomasRangel_média
– Outro que ganhou licença poética foi o Irajá Burger de Pedro de Artagão. Em seu Irajá, ele serve um dos hambúrgueres mais elogiados da cidade, uma receita que começa com um burger de 200g contrafilé australiano Black Angus hipermacio e vermelhíssimo por dentro. Bacon embaixo, queijo minas padrão em cima com cebola confiada no pão tostado na manteiga (R$ 64). Ah! Com fritas, claro! Para o chef, o burgaço rende uma dupla harmonização: a primeira vai para os cervejeiros, que podem optar pela Jeffrey Niña. Já para quem curte #bonsdrinks, a pedida é o Passion Mojito feito de kiwi macerado com hortelã, gelo de maracujá e rum (R$ 28). Rua Conde de Irajá 109, Botafogo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *