Maria e o Boi: uma novidade - de fato - nas casas de carnes - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Bisteca

Maria e o Boi: uma novidade – de fato – nas casas de carnes

FachadaHistórias como João e o Pé de Feijão, A Tartaruga e a Lebre e A Cigarra e a Formiga são velhas conhecidas do público infantil. E você já ouviu falar da Maria e o Boi? Por mais que o adorável nome sugira ser outra clássica fábula, não passa nem perto disso. Estamos a falar da mais nova casa de carnes que inaugurou recentemente em Ipanema. Preparem-se para ser surpreendidos: aqui o boi é aproveitado literalmente de cabo a rabo e a grelha que dá o tom, cor e sabor ao cardápio.

O novo restaurante é uma empreitada do trio de chefs Cristiano Lanna, Erik Nako e Luiz “Pétit” Santos com os restauranteurs André Korenblum e Eduardo Preciado. Os rapazes são calejados e conhecem bem o ramo já que são donos do italiano Prima Osteria e Bruschetteria e também dos mais recentes Pabu Izakaya e Ko Ba, os dois primeiros localizados no Leblon e esse último em Ipanema. Um olho na Itália, o outro no Japão, mas o coração mirou – e acertou em cheio – nas carnes. O Maria e o Boi é um espetáculo!

Queijo Coalho As carnes provém de excelentes fornecedores e são de altíssima qualidade. Feitas cuidadosamente na grelha, elas remetem ao tradicional churrasco, mas com alguns plot twist. Nos aventuramos nas entradas com um queijo coalho grelhado com picles de cogumelos assados e amendoins agridoces (R$ 32 – foto), além de um clássico steak tartare com molho tártaro (R$ 38). Divinos! Para os mais aventureiros, um dos donos recomenda os coraçõeszinhos de pato com manteiga de ervas, servidos sobre pão de alho de fermentação natural (R$ 26). Percebem as referências ao churrasquinho de domingo?

Como prato principal, comemos a Bistecca Fiorentina (R$ 189 – foto destaque). Com cerca de 1kg, o prato serve de três a quatro pessoas e traz o contra-filé, o filé e, caso você tenha sorte, um pedacinho da alcatra no prato. Os acompanhamentos dividem o protagonismo das carnes e são pensados cuidadosamente para agradar mais ainda nosso paladar. E como são irretocáveis! As nossas escolhas foram o preferido e campeão Purê Queijudo Trufado (R$ 21), um Mac’n’cheese de Canastra (R$ 24) e uma Caesar grelhada (R$ 24). Não dissemos que a grelha vai em tudo? Até o alface encontra o calor do fogo e confiem: seria muito mais fácil comer salada todos os dias se ela fosse assim. O arremate açucarado ficou por conta do Mug Cake de chocolate com chantilly de Nutella e pralinée (R$ 19) que chegou quentinho e muito delicioso.

AcompanhamentosO cardápio nos conquistou, além de ser enxuto e cômico. Dividido em “É Boi”, “Não é Boi”, “Adicionais”, “Acompanhamentos” e de “Cabo a Rabo”, ele é direto ao ponto. Quem não é muito carnívoro, tem uma seção inteira dedicada aos peixes e frangos. Vegetarianos podem se esbaldar nos acompanhamentos que são um show à parte. Os mais exigentes e refinados podem dar um toque final em suas carnes com adicionais de manteiga trufada, escalope de foie gras, ovos à cavalo ou um osso inteiro de tutano assado. E fazendo jus à política de aproveitar o animal sem desperdício, o “Cabo a Rabo” conta com pratos feitos de miúdos como língua, rabada e dobradinha. Adição perfeita para a gastronomia carioca!

Maria e o Boi
Rua Maria Quitéria 111, 1º andar – Ipanema
Seg., à qui., das 12h à 00h; sex., e sáb., de 12h à 1h; e dom., de 12h às 22h
Instagram: @mariaeoboi
Facebook: /mariaeoboi

Crédito Fotos: Tomás Rangel (destaque e foto acompanhamentos), Baggio (foto fachada) e Ana Luiza Mader (foto queijo coalho).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *