Problemão: instalações mostram a importância do descarte correto do lixoAgenda Carioca

Lixinho que vira lixão: esculturas irreverentes tomam o Rio

Aderindo à primeira Virada Sustentável carioca, o Movimento Rio Eu Amo Eu Cuida encontrou uma forma bem bacana de mostrar à população que o pequeno lixo, que muitos não “enxergam”, são na verdade um grande problema. Quem passar pela Praia de Copacabana, na altura da Rua Figueiredo Magalhães, vai se deparar com a guimba de cigarro da foto. Através da escultura de 4 metros de altura, a ideia é mostrar que o pequeno lixo se transforma num problemão já que nunca está sozinho. Perto do chiclete está o papel de bala, depois o canudinho, uma outra guimba e por aí vai…

O movimento apostou na ação irreverente para alertar a população no dia-a-dia sobre a importância do descarte de pequenos detritos e da limpeza urbana, que dependem da atitude de cada cidadão. Daí o mote Incomoda, né?!, que acompanha cada uma das esculturas que até o fim de agosto ficarão fixadas em quatro pontos da cidade. O copo de café gigante ao lado está na Rua Olegário Maciel, na Barra da Tijuca, e outros dois lixinhos bem familiares estão no Parque Madureira e no Largo da Carioca.

SOBRE A VIRADA SUSTENTÁVEL

A primeira edição do evento no Rio acontecerá entre os dias 9 e 11 de junho, ocupando parques, praças e espaços culturais na Zona Sul, Zona Oeste, Zona Norte e Centro do Rio de Janeiro. Idealizada por André Palhano e Mariana Amaral, a Virada Sustentável surgiu há seis anos em São Paulo, onde é realizada anualmente, e já chegou a Manaus, Salvador, Valinhos e Porto Alegre. Dá para conferir os destaques da programação aqui!

2 Comentários

  1. Silvio Magalhaes da Silva
    20 de junho de 2017

    Sugiro que a Prefeitura e o governo do Estado, inclusive a COMLUB, façam filmes e outdoors mostrando a população a necessidade de conservar a cidade e espaços limpos ( calcadas ,ruas, avenidas, estradas,rios e praias ).

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *