Teatro virtual renova agenda com grandes nomes da cultura - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Teatro virtual renova agenda com grandes nomes da cultura

O teatro virtual pode não vir para ficar, mas queiram ou não ele tem sido a linha de fuga que um dos setores mais prejudicados com a pandemia encontrou para sobreviver. Em meio às incertezas e adaptações, grandes nomes da dramaturgia brasileira estão explorando esse novo terreno com obras reflexivas sobre o Brasil e o mundo atual, e também em homenagem aos grandes nomes que fazem e fizeram parte da nossa cultura. Confira a lista de estreias do mês:

Pós F: Para Além do Feminino e Masculino, com Maria Ribeiro 

Sempre irreverente, Fernanda Young deixou mais uma provocação para o mundo antes de falecer há um ano. Em desenvolvimento pouco antes de sua morte, o monólogo inspirado no livro Pós F: Para Além do Feminino e Masculino, o único não-ficção lançado pela escritora, finalmente estreia neste sábado, dia 12, com a atriz e colunista Maria Ribeiro.

Sob a lente autobiográfica de Young, que rendeu a ela um prêmio Jabuti póstumo, Ribeiro questiona assuntos contemporâneos no palco virtual do Teatro Porto Seguro, que inaugura a adaptação ao on-line com o texto inédito. Debates sobre feminismo, machismo, assédio e maternidade entram em cena. Com cenografia assinada por Estela May, uma das filhas de Young, a peça acontece sempre aos sábados e domingos até 4 de outubro e os ingressos estão à venda no site Tudus.

Paulo Freire, o Andarilho da Utopia, com Richard Riguetti

Paulo Freire nos deixou há mais de 20 anos, mas seu legado segue vivo através dos seus pensamentos passados de geração em geração. para celebrar a figura do pensador, que faria 99 anos este mês, a peça “Paulo Freire, o Andarilho da Utopia” entra em cartaz on-line neste sábado. Em cena, o ator Richard Riguetti encarna no monólogo a trajetória do educador desde a infância em Recife até o seu reconhecimento como um dos maiores intelectuais do País.

Paulo Freire – o Andarilho da Luz

Ideias sobre o Brasil, educação, cultura e o ser humano serão representadas em um jogo visual com elementos do teatro de rua e da palhaçaria. Com ingressos à venda pelo site Sympla, o monólogo é transmitido sempre aos sábados às 21h e aos domingos às 16h até o 27 de setembro.

A lista, com Lília Cabral 

Com mais de 40 anos de carreira, Lilia Cabral ainda vivencia novas experiências na arte. Pela primeira vez, a atriz atua ao lado da filha Giulia Bertolli na peça virtual “A Lista”.  Em cartaz no Teatro Petra Gold, a comédia dramática não poderia ser mais atual e conta a história de uma jovem que se oferece a fazer compras para uma vizinha. 


No decorrer desse encontro, a banalidade se transforma em uma descoberta de sentimentos que nenhuma das duas esperava. Com direção de Guilherme Piva, o espetáculo acontece sempre às quintas e sextas até o dia 25 de setembro e os ingressos podem ser adquiridos no site Sympla.

O Pior de Mim, com Maitê Proença

O diretor Rodrigo Portella tem um olhar minucioso para as ambiguidades e diversidade humana. No seu novo trabalho, essa abordagem se apresenta tal qual uma lupa sobre a trajetória de um dos principais nomes da nossa arte: Maitê Proença. Conhecida por trabalhos como “Brasa Adormecida” e “A Dama do Cine Shangai”, ambos no cinema que renderam prêmios de Melhor Atriz, Proença se desnuda no monólogo “O Pior de Mim”, apresentando ao público um lado seu que nem ela se permitia reconhecer. 

Foto: Cristina Granato

Sob essa premissa subjetiva, que traça um panorama desde os entraves familiares até a experiência profissional, a atriz vai refletir sobre discussões de tempos que ainda se fazem contemporâneos, como o machismo e misoginia enfrentados nos anos 1960. Em cartaz no Teatro Petra Gold,  a curta temporada do monólogo acontece sempre às quartas, às 17h, e os ingressos podem ser adquiridos no site Sympla

Nefelibato, com Luiz Machado

A la Tennessee Williams, o espetáculo Nefelibato mergulha na consciência humana e no impacto que a desorganização social de um indivíduo tem na sua psique. Interpretado por Luiz Machado, o personagem Anderson precisa se encontrar em meio às transformações no mundo que conhecia: outrora bem-sucedido, agora ele se encontra desempregado, tendo perdido sua empresa, sofrendo com a ausência de duas pessoas próximas: o grande amor da sua vida e um parente. 

Entre uma divagação e outra, Anderson, que no momento retratado da peça vive na rua, tenta sobreviver no Brasil da década de 1990, que sofria com as consequências do Plano Collor na vida de milhares de brasileiros. Com supervisão artística de Amir Haddad, o monólogo, pré-filmado, estará disponível nos dias 12, 19 e 26 de setembro, sempre às 21h, no site Iclube, no qual os ingressos já estão disponíveis. 

Novos normais: sobre sexo e outros desejos pandêmicos, com companhia Satyros

O mundo tem passado por inesperadas e numerosas mudanças desde que a pandemia começou, mas há quem já ouse tentar abarcá-las para tentar compreender o momento atual, seja através de análises, conversas ou até mesmo em alegorias artísticas. A companhia Satyros, que já ganhou mais de 50 prêmios nos seus 31 anos de existência, é um desses. A partir deste sábado, o grupo apresenta o espetáculo “Novos normais: sobre sexo e outros desejos pandêmicos”, uma obra de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez que se aborda as manifestações dos novos hábitos e necessidades dos seres humanos na quarentena. 

O sexo e as demonstrações de afeto são os principais alvos do texto, que serão relacionados em cena com a perda da rotina, novas compulsões, consumo maior de bebidas, entre outras questões. Em cartaz até o dia 26 de outubro, “Novos normais: sobre sexo e outros desejos pandêmicos” acontece sempre aos sábados e domingos e os ingressos estão disponíveis no site Sympla.

A Peste, com Pedro Osório

O clássico de Albert Camus de 1947 não ganhou espaço apenas na prateleira de muitos leitores brasileiros devido à sua trama pertinente ao momento vigente. O teatro também decidiu mergulhar no universo criado pelo franco-argelino em “A Peste” no espetáculo de nome homônimo. Dirigido por Vera Holtz e Guilherme Leme Garcia, a obra retorna à agenda teatral de forma remota diretamente da casa do ator Pedro Osório.

Premiado com o Nobel de Literatura, o romance reflete de forma metafórica a situação do literal da Argélia, que foi arruinada a ponto de levar ao dízimo de toda população. Na nova montagem, essa trama assume a presença de um personagem-narrador: o médico Bernard Rieux. Sobrevivente, o médico expressa após um ano em reclusão os males da tragédia na sociedade, principalmente com relação à miséria moral e aos eventos históricos da época, neste caso a ocupação nazista na França.

Em cartaz nos dias 12, 19 e 26 de setembro, A Peste acontece sempre aos sábados e os ingressos estão à venda no site Sympla.

Cia. dos Atores

Em cena há mais de 20 anos, a Cia. dos Atores promove uma verdadeira viagem no tempo para os entusiastas de teatro. É que a partir desta sexta-feira, dia 11, serão disponibilizados montagens do grupo selecionadas dentre o período da década de 1990 até os dias atuais e um projeto inédito em homenagem a um artista do século XX para inaugurar o seu canal do Youtube.

Referência no âmbito dramático, os espetáculos “Rei da Vela”, de 2000, e “Melodrama”, de 1995, são alguns dos destaques. Outras peças como “Devassa” e “Ensaio. Hamlet” também compõem a programação da plataforma. A estreia no universo virtual também oferece uma produção inédita inspirada em referências do teatro alemão. Com direção de Cesar Augusto e Marcelo Olito, “Kabaré Online” é uma ode ao trabalho do alemão Karl Valentin, que se destacou com o seu trabalho como comediante, autor, produtor de filmes e artista de cabaré.

Dividido em quatro episódios, que serão liberados sempre às segundas-feiras a partir do dia 14, o projeto apresenta 25 jovens em uma investigação documental do que é este universo artístico a partir de uma compilação híbrida de fotografias, vídeos, manipulação de filmes e cenas adaptadas da obra de Valentin.





Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *