Tim-Tim: 6 bares informais para tomar vinhos no Rio - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Tim-Tim: 6 bares informais para tomar vinhos no Rio

Foi-se o tempo que era preciso ir a um restaurante sofisticado para apreciar um vinho razoável. As adegas se multiplicaram pelos endereços da cidade, desassociando luxo e vinho de uma forma deliciosa e bem brasileira, pondo um ponto final ainda na ideia de que a bebida só tem vez no inverno.

Boteco de vinho? Temos. Bar? Também. Vinho na calçada? No café da manhã? No restaurante escondidinho? Sangria fora do bar de tapas espanhol? Sim, sim e sim. Abaixo, uma lista de endereços que precisam entrar no seu radar.

Tacinhas em Botafogo

Entre os bares e cafés que dominam o bairro, o WineHouse caiu nas graças dos cariocas por sua boa variedade de vinhos e excelente custo-benefício. Dividir a garrafa é uma ótima pedida, mas a graça mesmo é curtir o happy hour, que tem suas opções renovadas mensalmente e traz ainda sangrias especiais. É comum, por exemplo, uma seleção de vinhos exclusivamente brasileiros e outra de opções refrescantes para espantar o calor, que são servidas em tacinhas que variam entre R$ 16 e 30. Que tal? Diferente do esquema tradicional, a hora mais feliz do WineHouse também acontece nos sábados, entre 17h e 20h. Mesinha na calçada, bruschettas e tábua de queijos e embutidos para acompanhar, e voilà! Rua Paulo Barreto, 25, Botafogo. Tel.: 3264-4101.

Para viajar sem sair do sofá

A primeira vista, a Porto di Vino pode parecer “arrumadinha” demais, mas a verdade é que uma vez acomodada em torno de alguma das mesinhas cercadas por sofás ou cadeiras, você se sente em casa. Mix de loja e bar, o lugar comandado pelo sommelier Bernardo Murgel oferece mais de sete mil garrafas nas prateleiras, que vão até o teto. O lugar, na verdade, precisa estar no radar dos enófilos de plantão, já que degustação e aulas quebradoras de tabus – como de vinhos tintos para serem apreciados no verão – são constantes no calendário. A atração fixa que merece destaque, no entanto, são as Quartas de Taça, quando o anfitrião apresenta uma seleção de 4 rótulos para serem degustados em flights. Conto mais aquiPraça Santos Dumont 140, Gávea. Tel.: (21) 2137-4154.

À moda francesa

O Canastra, bar com pinta de boteco em Ipanema, pode ser considerado o estopim da enorevolução carioca. Queijos e vinhos na calçada e um dia dedicado às ostras? A ideia, até então, era inédita no Rio. Diga-se de passagem, apesar dos donos franceses, o que explica a propriedade para administrar o cardápio, os queijos são mineiros, da Serra da Canastra, as ostras vem de Santa Catarina e a maioria dos vinhos também. O foco ali é justamente dar espaço à produção nacional, em especial da região sul do país. Não a toa, é comum ver rótulos desconhecidos – porém, divertidos e coloridos – pelos baldinhos de gelo espalhados pela mesa, bem como misturas com frutas da estação que rendem sangrias deliciosas. Além dos queijos especiais – como a burrata e o bousin chic coberto por gergelim, azeite e pimenta -, estão receitas do chef Frederic Monnier, como um carpaccio de rosbife e o salmão marinado. Eles mesmos harmonizam as sugestões em suas redes sociais, mas se não der tempo, os garçons são afiados. R. Jangadeiros, 42, Ipanema. Tel.: (21) 99656-1960. 

Do Jardim Botânico à Praça Nossa Senhora da Paz

Cafe Carandai_Ciabata com queijo canastra e salame italiano_Credito Bell...Comandada por Janjão Garcia, a Casa Carandaí no Jardim Botânico é conhecida dos cariocas apreciadores de rótulos preciosos. É dele uma das maiores adegas carioca, que além de ser o grande chamariz da delicatessen, abastece o café localizado aos fundos da loja. No caso, das lojas, já que este ano a Carandaí ganhou uma filial temporária em Ipanema. Na nova unidade, você pode apreciar os rótulos sentado à calçada de frente para a recém-reaberta Praça Nossa Senhora da Paz. A carta da praia é enxuta e traz uma série de opções de meia garrafa – inclusive para levar para casa. As sugestões em taças variam diariamente, e são (bem) servidas em bojudas taças Bordeaux de 150ml, trazendo sempre uma opção de vinho branco, rosé e tinto a menos de R$ 20, acompanhando um prato leve, uma massa fresca, um sanduíche, ou até dando ares de brunch para o café. A gente conta mais aqui!

 

Com os pés na areia

O Riba bombou desde que abaixou os tapumes no Leblon. O cardápio democrático levou o sofisticado-porém-informal botequim a um outro patamar: vai do sanduba de rabada à burrata com chips de tapioca; do chope próprio, a uma interessante carta de vinhos. Ou seja, reuniu todas as tribos sob seu abrangente guarda-chuva. Depois disso, o céu era o limite. No caso, a calçadão de esquina das ruas Dias Ferreira e General Urquiza, e o proprietário Arturo Isola teve a brilhante ideia de levar toda essa filosofia para a praia. Elegeu dois quiosques estratégicos, no Leblon e na Barra, e lá os cariocas encontram uma versão reduzida da matriz, que não economiza justamente na ala dos vinhos. Pelo contrário, traz opçòes de espumantes, brancos, rosés, tintos e até de vinho do Porto para você degustar sob os ombrelones à beira-mar. Complementando, vem opções de clericots nada convencionais criados pelo bartender Tato Giovannoni: de rosé com melancia e uva, espumante italiano com maracujá, pêssego e alecrim e o tinto Syrah com brandy, laranja, limão e mel. Tim-tim! Barra da Tijuca: Av. do Pepê s/n (na altura da rua Olegário Maciel). Tel: (21) 99907-5743. Leblon: Av Delfim Moreira s/n (em frente ao 80). Tel: (021) 97296-3800.

Domingos-de-baco

No Oscar bar e bistrô, os vinhos são um trunfo do cardápio. Os donos franceses Cyril Stern e Matthieu Moreau, escolheram pessoalmente cada rótulo – incluindo orgânicos! – em parceria com a​ importadora francesa Emporio Mundo, localizada em Joinville​, Santa Catarina​. As novidades são constantes por lá, assim com os preços atraentes, compromisso da dupla. Para acompanhar a seleção que prioriza pequenos produtores franceses, opções como os bolinhos de bacalhau com o molho picante, Escargots da Bourgogne e as Vieiras servidas com creme de lagostim, julienne de palmito pupunha e cogumelos. Outra dica é o La Planche Oscar, que serve vários tapas da casa numa tábua. Menos praiano que o Riba e o Canastra, o Oscar é também é uma boa pedida para o dia de sol, especialmente aos domingos, quando rola um happy hour a partir das 18h, e todas as bebidas – inclusive sangrias e vinhos – ganham 20% de desconto! Rua Dias Ferreira, 64, Leblon. Tel.: (21) 3269-1888.

Mariana Broitman

Responsável por levar a Agenda Carioca para o universo digital, desde 2012 a jornalista Mariana Broitman divide com a Antonia a missão de pesquisar e experienciar o que o Rio tem de melhor. Curiosa e apaixonada pela Cidade Maravilhosa, se dedica a apresentar – e descomplicar – o que há de mais autêntico, sempre de olho em novos projetos e talentos.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *