Roteiro dos supersticiosos: nhoque para todos os gostos - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

No Banner to display

Roteiro dos supersticiosos: nhoque para todos os gostos

Reza a lenda que num dia 29 de dezembro distante, São Pantaleão vagava faminto por um vilarejo italiano atrás de um prato de comida.  na casa de uma família muito pobre na Itália. Vestido de andarilho, bateu na porta de uma das casas e foi acolhido por uma família que, mesmo sem muito o que comer, dividiram seu alimento com o viajante, rendendo exatos 7 pedaços de nhoque para cada um. O santo comeu, agradeceu e foi embora, mas o ato de bondade não passou impune: ao retirar os pratos da mesa, a família encontrou moedas de ouro embaixo de cada louça.

Apesar de o Dia de São Pantaleão ser em dezembro, o ritual italiano se espalhou pelo calendário. A cada dia 29, o gnocchi se tornou uma forma de relembrar a história e, para os supersticiosos, atrair fortuna para o restante do mês. Especialmente em ano bissexto, quando temos um dia 29 a mais – supersticiosa, admito. Acreditando ou não, é de se convir que trata-se de uma bela metáfora, certo? ! E no mínimo, é uma ótima oportunidade para reunir pessoas queridas à mesa.

A regra é simples: basta se servir do nhoque e colocar embaixo do prato uma quantia em dinheiro – não importa qual seja. Na hora de comer, há quem deguste os sete primeiros pedaços em pé, e há quem faça a oração de São Pantaleão, e quem mentalize seus desejos a cada mordida. Aí é com você. Com a gente fica a missão de listar as receitas mais bacanas da cidade para você se jogar no nhoque neste dia 29.

O destaque de agosto vai para a novidade da vez: recém-inaugurado em Ipanema, o Pici Trattoria assumiu a missão de honrar a gastronomia italiana, respeitando a tradição nas receitas mais conhecidas, que já banalizaram e acabaram adaptadas nos cardápios cariocas. Mas não de forma careta. Tanto que o nhoque da foto já virou hit: ao pesto, servido num creme de burrata e raspas de limão siciliano (R$ 47). De pedir torradinhas para raspar o prato, como a gente conta aqui! Na lista abaixo, uma receita para cada dia 29 do ano. Ou pelos próximos anos. Só fica sem fortuna quem quiser! (por MARIANA BROITMAN) 

VOLTA AO MUNDO DO GNOCCHI: DO TEMPERO BAIANO À MODA FRANCESA

Diferentes cozinhas da cidade abrem espaço para o clássico italiano. No Aconchego Carioca, referência na culinária nordestina localizado na Praça da Bandeira, a chef Katia Barbosa surpreende com o seu nhoque de vatapá (R$ 52,90). A releitura do tradicional prato baiano tem forma de nhoque e vem com molho de leite de coco e camarão. Muito camarão.
Aconchego Carioca_nhoque de va tapá_crédito divulgação (2)
Já o novaiorquino Bagatelle, no Jockey, tem na sua cozinha de sotaque francês uma versão que é hit em todas as unidades – de Nova York a São Paulo: feito de pasta choux, ele derrete na boca e vem coberto com molho de trufa negra, e a receita é tão pedida que é servida como entrada (R$ 38) ou como prato principal (R$ 53). Na mesma linha, o italiano contemporâneo Quadrucci, no Leblon, serve o seu nhoque de funghi gratinado com grana padano e perfume de trufas (R$65).

Os frutos do mar também aparecem em várias receitas pela cidade. No Aníbal, ex-Forneria São Sebastião em Ipanema, a massa é de batata baroa e vem com molho de vinho branco e lagostin (R$ 78), enquanto no Cavist a novidade é um nhoque de abóbora ao queijo gruyére servido com cavaquinha (R$ 130). No Fasano Al Mare, o chef Paolo Lavezzini prepara a sua versão de azeitona preta que chega à mesa com mini lulas e ervilhas (R$ 82). Inusitado, né?

Seguindo à moda italiana, quando a receita vem escoltada pelos polpetones de carne, o Brigite’s, no Leblon, serve o nhoque com polpete (R$ 62). A massa especial é feita de batata e creme de parmesão e acompanhado do clássico, é um dos pratos mais pedidos da casa. No premiado italiano D’Amici, no Leme, a ideia é abrasileirada: o nhoque de batata é frito e turbinado com carne seca e molho de gorgonzola (foto R$ 61).
D'Amici - Gnocchi frito com carne seca e molho de gorgonzola - R$ 61,00 - Páprica Fotografia
O combinado também ganhou releitura na Casa Carandaí, no Jardim Botânico e na pop-up em Ipanema – novidade que a gente contou aqui -, onde a receita clássica de batata acompanha carne assada ao molho ferrugem (R$ 38,50), e na Capricciosaque serve o Cordeiro “Gigot” ao forno com nhoque de ervas (R$ 64). Mas nesta última, ainda há a opção mais light, onde o nhoque é o protagonista e chega com pesto de rúcula e stracciatella (R$ 54).

Post publicado em 28 de julho e atualizado em 20 de agosto de 2016.

Mariana Broitman

Responsável por levar a Agenda Carioca para o universo digital, desde 2012 a jornalista Mariana Broitman divide com a Antonia a missão de pesquisar e experienciar o que o Rio tem de melhor. Curiosa e apaixonada pela Cidade Maravilhosa, se dedica a apresentar - e descomplicar - o que há de mais autêntico, sempre de olho em novos projetos e talentos.

Um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *