Organic Food Festival: três cardápios que se destacam no festival - Agenda CariocaAgenda Carioca

publicidade

Risoto de grãos do Org. Bistrô

Organic Food Festival: três cardápios que se destacam no festival

A semana mundial do Meio Ambiente está animada na Cidade Maravilhosa. Enquanto discussões sobre sustentabilidade entram na pauta da cidade, os foodies cariocas podem curtir o Organic Food Festival, espécie de Restaurant Week dos orgânicos. Criado pelo empresário alemão Matthias Börner, o festival nasceu para disseminar o uso de alimentos orgânicos na alta gastronomia e fomentar o setor no Brasil, um nobre movimento para abolirmos o rótulo vergonhoso de campeão mundial no uso de agrotóxicos. Em São Paulo, o evento já conquistou cozinheiros de endereços badalados como o Bar da Dona Onça e Clos. Por aqui, ainda segue tímido em apenas 10 casas onde os chefs encararam o desafio de criar um menu-degustação exclusivo em 3 tempos com, pelo menos, metade dos ingredientes de origem orgânica, proveniência agroecológica ou de pequenos produtores. Cada circuito tem o preço fixo de R$ 55 ou R$ 88 (por pessoa), dependendo da escolha da casa.

Entre seus participantes estão nomes conhecidas como Bottega Del Vino, Duo Trattoria e Espírito Santa. E a lista de estreantes traz o novíssimo Fazenda Culinária, restaurante do Museu do Amanhã e os dois restaurantes da chef e apresentadora Bela Gil nos hotéis da rede americana Best Western, no Arpoador e na Barra. “A produção dos orgânicos respeita princípios, como proteção da biodiversidade, condições dignas de trabalho e o manejo correto da água e do solo. Substituir a alimentação convencional pela orgânica é iniciar uma revolução sustentável. Na Europa, até cidades com apenas 50 mil habitantes possuem supermercados inteiramente orgânicos”, explica Berner.

Para ser orgânico, o produto não pode ter recebido adubo químico, agrotóxico, hormônio, antibiótico, insumo geneticamente modificado, radiação ou qualquer aditivo sintético. Estes alimentos fazem bem à saúde por serem mais completos nutricionalmente, mais saborosos e ricos em minerais como ferro, selênio e potássio do que os convencionais. Diga-se de passagem, nas edições anteriores, os chefs bateram as metas mínimas e conseguiram apresentar pratos de 80 a 100% orgânicos.

A lista de criações traz opções criativas e apetitosas. Na novíssima Mensateria Portucale, na Barra da Tijuca, o destaque do circuito será um risoto de pinhão, e a lista de participantes cariocas traz ainda a deliciosa Amélie Creperie e o Org. Bistrô. Aí vão três cardápios que nos deixaram com água na boca. Para conferir o circuito completo – disponível até o dia 18 -, é só clicar aqui!

FAZENDA CULINÁRIA

Uma das sensações gastronômicas da vez, o restaurante do Museu do Amanhã está no olho do furacão: lá acontecerão alguns dos principais eventos da Semana Mundial do Meio Ambiente. Já com uma pegada orgânica forte, o cardápio contemporânea ganhou uma ala temática bem irreverente. O circuito começa com um inusitado capuccino de abóbora, e segue com um churrasco vegetariano. Aqui, nada de melancias. Cogumelos grelhados com batatas assadas serão os protagonistas, e chegarão a mesa com farofa de panko e vinagrete. Para fechar, banana asas com ycrumble de castanhas. Praça Mauá, 1, Saúde. Menu servido apenas no almoço (R$ 88). 

BOTTEGA DEL VINO

O tradicional restaurante no italiano no Leblon traz um cardápio comfort e caprichado. Para começar, dá para escolher entre croquete de abóbora com fondue de gorgonzola e polenta branca com ragu de frango orgânico. Na hora principal, as opções são o peixe do dia grelhado com ervas e legumes e o nhoque caprese com burrata e o grand finale fica com cheesecake com calda de frutas vermelhas ou petit gateau de doce de leite. Rua Dias Ferreira, 78, Leblon. Menu servido apenas no jantar (R$ 88). 

ESPÍRITO SANTA

Entusiasta da cozinha brasileira, em especial do Norte do país, a chef Natasha Fink entrou no evento em grande estilo. Cada etapa do circuito ganhou três opções cheias de personalidade. Na entrada, uma delas é a torrada de truta defumada da Serrinha com mix de folhas da horta. Entre os principais, o destaque é o arroz negro com cogumelo, abobrinha e limão-Siciliano e na ala das sobremesas ela surpreende: dá para escolher entre crepe de milho com frutas flambadas na cachaça, pastelzinho de chocolate com laranja ou pudim de tapioca com carambola caramelada. Lindo isso! Rua Almirante Alexandrino, 264, Santa Teresa. Menu servido no almoço e no jantar (R$ 55). 

Mariana Broitman

Responsável por levar a Agenda Carioca para o universo digital, desde 2012 a jornalista Mariana Broitman divide com a Antonia a missão de pesquisar e experienciar o que o Rio tem de melhor. Curiosa e apaixonada pela Cidade Maravilhosa, se dedica a apresentar - e descomplicar - o que há de mais autêntico, sempre de olho em novos projetos e talentos.

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *