Comer & Beber, Destaque

Do jantar romântico à comemoração de aniversário: conheça o Alba

Por Alessandra Carneiro | Publicado em 13 de dezembro de 2023

Chega dezembro e começam as dúvidas: onde confraternizar? Será que reserva? Tem música? E o preço? Um lugar novo na cidade que atende quase todos os requisitos de quem busca um espaço para "juntar a galera" é o Alba, em Botafogo.

LEIA TAMBÉM:
- 50 Best: Brasil tem 8 restaurantes na lista dos melhores da América Latina
- Toto: conheça o bistrô ‘à la bresiliénne’ de Thomas Troisgros

Logo de cara, ele é um restaurante italiano daqueles que agradam a gregos e troianos. Receitas descomplicadas e clássicas pensadas pelo chef Meguru Baba conversam com pratos contemporâneos a preços justos. O espaço agrada: localizado em um grande casarão construído no início do século XX, o restaurante ocupa todo o jardim, charmoso e arborizado.

Dentro do casarão se esconde um bar que, depois das 20h, vira festa. As entradas e petiscos também são servidas ali acompanhados dos ótimos drinks criados por Tai Barbin, um dos melhores bartenders que temos. Tudo acompanhado por DJ, com programação musical variada, e projeções de Julio Parente, da Para Raio. A ideia é que não pare por aí, e o espaço vire point para diferentes manifestações artísticas como leituras, monólogos, esquetes e lançamentos de livros.

Fomos jantar e, para a entrada, apostamos na Carne Cruda, feita com mignon picado na faca, shoyu, gergelim tostado, gema curada e chips de batata (R$ 38); Legumes Fritos, um tempurá de legumes do dia com maionese de alga nori (R$ 26); e a Insalatta di Tonno, um crudo de atum com avocado, tomate caramelizado e molho ponzu (R$ 38), que foi meu preferido.

Nhoque e lasagnetta, combo de entradas e rabanada de nutella

Nos principais, a lasanha clássica (R$ 46) vale demais a pedida, tanto pelo sabor, como pela apresentação, pois ela em formato de trouxinha. Outros destaques são o Ravioli Carbonara e Broccoli, uma releitura do tradicional carbonara com recheio cremoso, farofa de guanciale, pistache e brócolis grelhado (R$ 46); e o Agnello, um risoni com paleta de cordeiro desfiada e prensada, azeite de menta, parmesão (R$ 58).

Para a sobremesa escolhemos a Rabanada de Nutella, que mais lembra um french toast, feita com brioche frito, creme de avelã com chocolate, gelato de baunilha africana (R$ 30).

Na carta de drinks, Tai Barbin elaborou receitas autorais inspiradas em personalidades históricas e culturais da Itália. A seleção conta com opções que vão de sabores refrescantes aos mais intensos. O Nomeador de Barcos leva gin, mel, limão siciliano e suco de pepino salgado (R$ 35); o Dante's Hell mescla tequila Silver, espumante rosé e limão siciliano (R$ 42); já o Observador de Estrelas leva Brandy, vinho tinto, maracujá, gengibre e limão siciliano (R$ 35).

Carta de drinks é assinada por Tai Barbin

O Alba é fruto da parceria entre o italiano Piero Zolin, que também é sócio da Coltivi, o empresário e RP Leo Marçal, o premiado Tai Barbin e a Vibra Marketing, grupo de entretenimento que atua nas áreas de eventos e festivais, e que ingressou no setor gastronômico com o Bosque Bar. 

O projeto nasceu há cerca de dois anos, quando todos decidiram unir suas habilidades e paixões para criar algo novo e especial para cariocas e turistas. “Nosso objetivo é proporcionar essa diversidade de experiências em todos os aspectos da casa, seja musical, artística e gastronômica com excelentes pratos e serviços de alta qualidade, e, é claro, uma seleção excepcional de bebidas para complementar", explica Piero.

Alba: Rua Martins Ferreira, 60 - Botafogo

veja também

by mg studio